Make não precisa de técnica? Veja por que o Curso de Maquiador é tão importante

Tempo de leitura: 4 minutos

Dicas de como preparar a pele, fazer um contorno diferente no olho, tirar a sobrancelha ou usar o delineador sem errar. Praticamente, é possível encontrar influenciadoras que falem desses assuntos no universo da internet. O fato é que a área da Beleza é repleta de influencers, mas não podemos esquecer: a prática profissional de um maquiador vai muito além do universo das dicas. Por isso, as professoras e maquiadoras do Senac Centro Histórico (Porto Alegre) Josi Kauer e do Senac Caxias do Sul Marina Corrêa explicam por que o Curso de Maquiador é tão importante para quem quer ser um profissional. Vamos entender?

Dicas x preparo para a profissão

O curso de Maquiador tem um total de 160 horas e trata-se de um curso de qualificação profissional (diferente de um técnico), sendo que o participante recebe o certificado ao final da formação. “Todo esse material disponível na internet gratuitamente não tem o compromisso e o comprometimento de entregar o conteúdo na íntegra e muito menos personaliza o aprendizado para seus alunos/consumidores. Logo, um curso profissional completo e amplo nas suas competências e totalmente preparado para formar profissionais atuantes e seguros é de suma importância”, explica a docente Josi Kauer.

A maquiadora e professora Marina também ressalta os diferentes objetivos das propostas: “O que é visto na internet, ensinado por influenciadoras, são técnicas aplicadas para elas, para o tipo de rosto delas, para o tom de pele delas, por exemplo. Já o curso profissional de Maquiador ensina os diferenciais de tipos de pele, rosto, como fazer a coloração ideal”.

Conteúdos abordados na formação

O curso de Maquiador é dividido em duas unidades curriculares, sendo que um universo de temas são tratados dentro de cada uma: (1) Organizar o ambiente e os processos de trabalho do Maquiador; (2) Maquiar o rosto do cliente. 

Na unidade “Organizar o ambiente e os processos de trabalho do Maquiador” são trabalhados temas como tipos e características dos serviços do maquiador (maquiagem social, para noivas, para foto e books, para televisão, cinema e teatro, para desfiles e mortuária); materiais, instrumentos, equipamentos e produtos do maquiador (características, validade, função, quantidade, qualidade e formas de descarte); limpeza, higienização, desinfecção e esterilização. Ou seja, muito mais do que as técnicas de maquiagem em si, o curso aborda questões de saúde e de atendimento fundamentais para o profissional. Além disso, são tratados assuntos como reações alérgicas (sinais, sintomas como vermelhidão, ardor, coceira) e riscos das doenças transmissíveis. 

Já na unidade “Maquiar o rosto do cliente” o aluno aprender a  fazer cobertura, fixação e correção da pele; colorir a região e entorno dos olhos e os delineia; aplicar a coloração e delineação de lábios; aplicar a técnica de iluminação e coloração da face; aplicar máscara e/ou cílios postiços, utilizando produtos específicos para os olhos; fazer acabamento da maquiagem, retocando sobrancelhas e aplicando produto para fixar e dar durabilidade à maquiagem, conforme técnica a ser executada e muito mais!

Perfil profissional

Mas além do curso, quais são as características que favorecem o crescimento na carreira de Maquiador?

Na opinião da docente Josi  Kauer, o que vale é a paixão pela profissão aliada à consistência. “Essa pergunta [o que favorece os profissionais de maquiagem] é muito recorrente em sala de aula e a minha resposta é sempre a mesma: todos começam um dia! Até mesmo suas maiores inspirações e referências tiveram que começar do zero. Sentiram aquele frio na barriga ao atender a primeira cliente ou ficaram inseguros para cobrar os primeiros trabalhos. O que realmente importa é como você vai tratar a sua profissão, o seu sonho. Você terá que trabalhar muito, evoluir suas técnicas e, principalmente, manter-se atualizado com o mercado e tendências. Mantenha-se atualizado, confie no processo da construção de sua carreira e tenha consistência. O resultado vem tenho absoluta certeza”, declara Josi.

Possibilidades de atuação

E você que quer ser maquiador, acha que apenas maquiagem de festas é a única possibilidade? A especialista Josi detalha as opções:

Você pode trabalhar como maquiador freelancer de noivas, fotografia, vídeo, em shows, concursos, promoções, eventos especiais. Além disso, tem mercado em spas, salões e clínicas de estética; centros técnicos. Tem a possibilidade de atuar com maquiagem artística; educador/instrutor; necromaquiagem; desenvolvedor de produtos; especialista em camuflagens.

Segundo a docente, uma área de muita curiosidade em sala de aula é a maquiagem mortuária. “Maquiagem mortuária é uma maquiagem feita em pessoas que já faleceram, aplicada para preparar o falecido para o velório/funeral. O profissional que atua na maquiagem mortuária normalmente cuida da apresentação em um todo como: arrumar os cabelos, pintar as unhas, corrigir pequenas desfigurações. Os produtos utilizados são especiais, especificamente formulados para o uso em maquiagem mortuária”.

E para finalizar…

Josi dá uma dica final: “Cuide da sua carreira como a empresa dos seus sonhos, aquela que você gostaria de fazer parte. Não copie ninguém (você não precisa), seu trabalho vai levar você a lugares incríveis e o destaque vai acontecer naturalmente.”

Quer saber mais sobre o curso? Clique aqui.

Veja também:

Saiba tudo sobre o curso de Cabeleireiro e como se dar bem nesse mercado

Profissão maquiador: capacitação constante

Gostou do nosso conteúdo? Compartilhe com seus amigos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *