Designer de sobrancelhas: por onde começar na profissão?

Tempo de leitura: 3 minutos

Já falamos aqui no blog sobre erros comuns que muitas pessoas cometem ao fazer a sobrancelha em casa. A boa notícia é que, cada vez mais, há profissionais extremamente qualificados para cuidar e delinear as sobrancelhas. Se você quer ser um especialista, saiba que o profissional designer de sobrancelhas está sendo cada vez mais buscado. 

“Anteriormente, os excessos de pelos eram removidos por manicures e depiladores. Mas, com o tempo, passaram a ser exigidos conhecimentos de anatomia e de fisiologia da pele e dos pelos, sobre biossegurança, visagismo, técnicas de design de sobrancelhas e remoção de pelos”, explica a docente do curso de Design de Sobrancelhas do Senac Erechim, Camila Rosset

Designer de sobrancelhas: por onde começar

Para quem está pensando em atuar como designer de sobrancelhas, não tem jeito: para ingressar na área, o caminho é buscar por qualificação profissional. “Sugiro começar com um curso básico, como o que oferecemos no Senac. O investimento inicial é baixo e abre portas ao mercado de trabalho, considerando que você já pode começar a atender logo ao término do curso”, destaca a docente. 

Remuneração do designer de sobrancelhas

Saber o quanto a profissão pode render é sempre uma pergunta latente por quem está buscando por um curso de formação. Mas, assim como na maioria dos casos, na profissão designer de sobrancelhas não há um padrão remuneratório.

Muitos fatores influenciam na precificação de um serviço: nível de qualificação e de experiência do profissional que está prestando o serviço, materiais utilizados, carga horária semanal de atendimento, infraestrutura disponibilizada e localização do estabelecimento. “Em primeiro lugar, precisamos contabilizar todos os fatores para saber quanto gastamos para realização do procedimento Em seguida, agregamos nossa bagagem de conhecimento adquirida com a prática e de cursos de aperfeiçoamento. Aí sim chegaremos a um valor justo. Cada profissional dentro da área de beleza cria seu pró-labore, e sua empresa geralmente cabe dentro de uma ‘maleta’”, explica a docente do Senac Erechim.

Sobrancelhas: estilos e métodos

Uma questão muito importante para os profissionais de Beleza é buscar atualização constante, pois novas tendências e técnicas surgem a todo momento. A docente de Beleza do Senac Centro Histórico Camila Tondo exemplifica que, no passado, era muito comum o afinamento das sobrancelhas, tanto que, de tanto tirar os pelos, muitas clientes hoje acabam aderindo à micropigmentação. 

Camila destaca que existem sim formatos adequados para cada formato de rosto, mas, principalmente, para cada formato de olhos também e devemos respeitar, acima de tudo, o que a pessoa quer expressar. 

Métodos mais comuns de retirada de pelos

Existem três métodos mais comuns: cera, pinça e linha (epilação egípcia). Nos três métodos, os pelos são retirados por inteiro, sendo mais eficaz e duradouro (diferentemente da lâmina com a qual o pelo é cortado ao meio). 

A docente Camila Tondo explica as principais diferenças entre os métodos:

Cera: um método mais antigo e muito utilizado e hoje em dia. Com a tecnologia das novas formulações de cera, não causam mais a flacidez que antigamente se dizia, mas, por causar muito atrito na pele, pode prejudicar a região, causando alergias. Se o profissional não tomar os cuidados necessários, a cera pode causar manchas na pele. 

Pinça: método eficaz e conhecido por todos, o único quesito contra ele é que acabamos demorando mais para efetuar o design. 

Epilação egípcia (depilação com fio ou linha): método antigo, mas que veio a pouco tempo para o Brasil. É barato, rápido e higiênico, pois só utilizamos uma linha de algodão. Mas cuidado: é preciso saber e ter prática na técnica pois, do contrário, o profissional pode machucar a pele da cliente. 

Qual o melhor método? A resposta, como sempre é: depende. Principalmente, vai depender do quanto o profissional domina cada método e com qual a cliente se sente mais confortável. Algumas clientes relatam sentir muita dor com a epilação egípcia, por exemplo, enquanto que outras preferem esse método. O importante é buscar conhecimento para dominar as técnicas. 

Sobre o Curso de Design de Sobrancelhas:

Com 30 horas de duração, você irá aprender sobre anatomia e fisiologia da pele e do pelo, a higienização e esterilização de materiais, noções básicas de Visagismo, linhas inclinadas, retas e onduladas. Na simetria e assimetria do rosto você aprenderá: o tamanho, a proporção e diferentes tipos de rosto, as técnicas de modelagem de sobrancelhas, o método de remoção de pelos com pinça, a modelagem com hena, o alisamento e a coloração de sobrancelhas.

Veja também:

Os segredos para ser uma manicure de sucesso

Atendimento de beleza gratuito no Senac: saiba como funciona

Gostou do nosso conteúdo? Compartilhe com seus amigos!