Precisa falar em público? Veja dicas básicas para ser claro e acertar no discurso

Tempo de leitura: 4 minutos

A comunicação é uma das principais capacidades do ser humano e saber se comunicar, expressar vontades, opiniões, ideias e compreender o que o outro quer nos transmitir facilita a convivência em sociedade e fortalece os laços. Tratando-se do mercado de trabalho, a habilidade de falar em público é cada vez mais requisitada pelas empresas. Porém, segundo dados da Instituição Paulo Montenegro, em parceria com a ONG Ação Educativa, apenas 8% dos brasileiros entre 15 e 64 anos sabem se expressar, se comunicar e compreender efetivamente

Deixar de lado a timidez e a vergonha de falar em público muitas vezes não é uma tarefa fácil. Acontece que o receio de falar em público ou com pessoas fora do convívio social faz com que muitas pessoas tenham dificuldades em ser claras em entrevistas de emprego, por exemplo, ou até mesmo em situações de apresentação de resultados no trabalho. 

Aliás, essas são algumas das questões que levam as pessoas a buscarem o curso de  de Dicção, Desinibição e Oratória. Segundo a professora do curso do Senac Camaquã, Ana Paula Gouvêa, grande parte dos alunos “buscam a capacitação para conseguir realizar apresentações em reuniões, organizar e direcionar os temas de acordo com o objetivo sem perder o foco, melhorar a comunicação verbal e não-verbal, além de diminuir a ansiedade ao falar em público”. 

Ana Paula Gouvêa – Docente do Curso de Dicção do Senac Camaquã

Ela separou algumas dicas valiosas para quem quer ser mais claro na comunicação e acertar no discurso. Vamos conferir?

Cuide com o nervosismo e prepare-se

O nervosismo, com certeza, é um dos fatores que atrapalham muitas pessoas que precisam falar em público! Outro fator é a falta de preparo para apresentar-se e saber manter o foco no tema abordado.  Com os fatores nervosismo e falta de preparo presentes, muitas vezes, a concentração fica abalada quando a pessoa não consegue articular com clareza as palavras e casá-las com a ideia central a ser transmitida. 

Evite certas gafes e hábitos em apresentações e palestras

Quer saber quais são as principais gafes e se já cometeu alguma delas? A docente explica: “Usar palavras não adequadas ao tema como: gírias e redundâncias. Fazer com que o público sinta-se ‘enganado’ ou ao tentar mostrar ser o ‘dono da verdade’”, explica. 

Outros cuidados importantes em apresentações para o público

Falar rápido demais: é preciso cuidar das entonações nas frases, as pausas e a ênfase do que se quer dizer e do que está sendo dito, a fim de dar mais sentido e emoção à apresentação.

Cuide para a expressão corporal que demonstre insegurança: como muito se diz, “o corpo fala”. Um sinal clássico de insegurança é ficar imóvel diante do público, com postura rígida. Muitos criam um ponto fixo e falam como se não existisse plateia ou travam. Mas essa é uma questão que o planejamento, prática e técnicas podem ajudar. 

Dicas para perder o medo de falar e se expressar melhor em público: 

1) Faça um planejamento do que irá falar e cuide do foco da apresentação ou palestra

O planejamento consiste em estruturar uma apresentação com saudações, uso de mensagens ou não. É traçar uma linha de raciocínio, buscar embasamento para demonstrar confiança. Além disso, ver qual melhor recurso audiovisual encaixa na apresentação, saber para qual público irá se apresentar, a estrutura que terá no local da explanação. Depois de ter claro tudo isso e o que vai ser apresentado, é importante treinar a apresentação em um local tranquilo, usando técnicas de respiração e de relaxamento, não deixando de cuidar do tempo de apresentação.

2) Pense em técnicas para aliviar o nervosismo e ansiedade

Algumas técnicas são importantes. Nas técnicas de respiração e relaxamento corporal, a pessoa – em uma postura ereta e relaxando as pernas, os braços e o rosto – pode inspirar e segurar a respiração por sete segundos, repetindo esse ciclo por três vezes. Isso acalma e tranquiliza. Exercícios vocálicos uma dieta adequada para não deixar o orador desconfortável, sonolento ou com mal-estar durante a apresentação também ajudam bastante na aquisição de confiança. 

3) Busque agir com naturalidade. Essa é uma dica bem bacana para a pessoa ficar mais tranquila diante do público

Saber onde posicionar as mãos, caminhar prestando atenção ao que está a sua volta, ter domínio dos recursos audiovisuais utilizados. Além disso, cuidar da apresentação física: roupa apropriada e confortável ao momento, mulheres (maquiagem e cabelo), homens (cabelo e barba) alinhados a sua personalidade e estilo.

Quer ver mais dicas? Que tal colocá-las em prática no curso de Dicção, Desinibição e Oratória do Senac?  Clique aqui e saiba mais. 

Veja também:

A comunicação é um problema para você? Veja como o curso de Dicção pode ajudá-lo a comunicar-se melhor

Networking: confira 10 dicas para potencializar a sua carreira

Gostou do nosso conteúdo? Compartilhe com seus amigos!