Alunas relatam experiência de representarem o Brasil na WorldSkills

Tempo de leitura: 5 minutos

Ingressar em um curso profissionalizante e, por conta disso, ter a oportunidade de representar o Brasil em uma competição internacional não estava nos planos da cabeleireira Bruna Rúpolo e da cozinheira Sofia Lerner quando se matricularam nos cursos do Senac-RS. Mas foi justamente o que aconteceu com ambas: elas representaram o Senac e o Brasil na WorldSkills – maior competição de educação profissional do mundo.

De Parobé para o mundo

Bruna
Brasil na WorldSkills 2019. Segundo dia de competição. Cabeleireiro #29. Kazan, Russia 24.08.2019 – Foto: José Paulo Lacerda

Natural da cidade de Parobé, interior do RS, Bruna Rúpolo iniciou o curso de Cabeleireiro no Senac Taquara em 2017 por meio do qual descobriu sobre o projeto Competições Senac de Educação Profissional. Ela, que ia todos os dias de Parobé a Taquara para realizar a formação, ficou sabendo do projeto Competições e que, por meio dele, poderia chegar a uma competição internacional.

Bruna venceu a etapa escolar na escola de Taquara, a fase do Rio Grande do Sul em 2017 e a competição nacional em 2018. E nesta semana, agosto de 2020, faz um ano que a parobeense representou o Brasil na WorldSkills, realizada na cidade de Kazan, na Rússia. “Eu nunca tinha andado de avião antes de participar das Competições, inclusive esse era um dos meus maiores desejos”, coloca ela, que viajou mais de uma vez incluindo para o estado de Espírito Santo (onde ocorreu as provas nacionais), para a Rússia e para a Austrália – tudo por conta das Competições.

Foram mais de dois anos preparando-se para a etapa internacional, com um treino de 8 horas por dia. A rotina puxada incluía fazer os módulos semelhantes às provas internacionais, que, por sua vez, simularam situações de um profissional. Bruna realizou as provas ao lado de 30 cabeleireiras do mundo como corte com cor feminino, prova de apliques, penteado de noiva, penteado para passarela, permanente, corte e cor, barba com corte, entre outros. Hoje, além de uma cabeleireira profissional formada, Bruna faz parte da equipe das Competições e do treinamento da (o) próxima (o) cabeleireira (o) que irá representar o Estado na etapa nacional das Competições.

“Quando eu decidi fazer o curso de cabeleireiro, sonhava em ser uma profissional no mercado, talvez abrir um salão. Mas veio a competição e eu vi uma oportunidade de me qualificar ainda mais. Quando representei o Brasil na WorldSkills, pude me comparar com profissionais de todos os países. Hoje, posso dizer que a competição foi uma divisora de águas na minha vida. Exerço minha profissão e também ensino. Faço parte de uma equipe de alta performance e contribuo para novos competidores/profissionais serem um diferencial no mercado de trabalho”, coloca ela. Aliás, a Bruna trouxe a medalha de Excelência da WorldSkills, ou seja, fez com o Brasil configurasse entre os países com a nota mais alta.

Competição na Cozinha

Mas não foi só na área da Beleza que o nosso Estado teve representante e também trouxe medalha de Excelência. A cozinheira formada pela Faculdade Senac Porto Alegre Sofia Lerner também passou por várias etapas até chegar na competição internacional na Rússia: foram disputas na Faculdade, entre escolas do Rio Grande do Sul e na nacional, até chegar na WorldSkills.

Sofia Le
Sofia representando o Estado na etapa nacional das Competições.

Sofia aprendeu técnicas para o preparo de pratos internacionais, com diferentes tipos de ingredientes, e teve que preparar diferentes tipos de entrada, prato principal e sobremesa durante as provas em Kazan. Foram mais de 40 cozinheiros do mundo todo na disputa.

Sofia, que também já cursou Confeitaria no Senac, conta que não imaginava que estaria em uma competição de grande porte, pois quando se inscreveu no curso, tinha expectativa de aprender o básico para se formar e trabalhar. “Me senti muito lisonjeada pela escolha. Agarrei a oportunidade e participei de todas as seleções com muita vontade de ganhar. Sempre gostei muito de competir e, além do aprendizado, as provas foram um estímulo a mais”.

Além disso, ela complementa: “Já sou vista como uma referência pra muitos cozinheiros no Estado e estou podendo passar o conhecimento que o Senac me proporcionou adiante, podendo mudar a vida de outras pessoas positivamente, como aconteceu comigo”.

O que são as Competições Senac de Educação Profissional?

As Competições de Educação Profissional foram criadas pelo Departamento Nacional do Senac em 2016, com o objetivo de selecionar os representantes da instituição para a WorldSkills. O evento é realizado a cada dois anos, um ano antes da competição mundial, e reúne alunos de diversos estados do Senac, de diferentes ocupações. Atualmente, o Senac-RS treina para a etapa nacional e disputará com outros estados nas seguintes ocupações:

1) Cabeleireiro

2) Cozinha

3) Cuidados de Saúde e Apoio Social

4) Estética e Bem-Estar

5) Serviço de Restaurante

6) Recepção de Hotel

Pódio da etapa nacional das Competições Senac de Educação Profissional.

As Competições Senac de Educação Profissional são compostas por três etapas: escolar, regional e nacional, sendo que apenas um aluno de cada ocupação representa o Senac nacional na WorldSkills – a maior competição de educação profissional do mundo que, a cada dois anos, acontece em um país diferente.

O que é a WorldSkills?

– A WorldSkills é a maior competição de educação profissional do mundo que acontece a cada dois anos e reúne competidores de mais de 70 países.

– O evento é organizado pela WorldSkills International e tem como objetivo mostrar, inspirar e incentivar jovens no mundo todo em relação às mais de 51 ocupações que participam das disputas.

– Com mais de 60 anos de história, a competição internacional reúne competidores qualificados que trocam experiências de seus ofícios. São os melhores alunos selecionados em olimpíadas de educação profissional de seus países.

– A próxima edição será a de número 46ª e será em Xangai, na China.

Brasil na WorldSkills 2019. Abertura do evento no Arena Kazan. Kazan, Russia 21.08.2019 – Foto: José Paulo Lacerda

Veja também:

Chef de Cozinha: de aprendiz às disputas internacionais

Quer receber mais informações do blog? Deixe seu contato!

Gostou do nosso conteúdo? Compartilhe com seus amigos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *